123 Flash Menu Placeholder.
Início
Prevenção da Gripe
Gripe

Como se prevenir contra gripe

Segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde, a vacinação é a forma mais eficaz para prevenir a gripe e suas complicações. A cada ano, mais de 150 milhões de pessoas são vacinadas contra gripe em países de todo o mundo, como os EUA, Inglaterra, França, Uruguai, Argentina, Brasil, etc.

A vacina contra gripe

A vacina contra gripe (influenza) possui eficácia de até 90% em pessoas sadias. Ou seja, a cada 10 pessoas vacinadas, de 7 a 9 não terão gripe, enquanto pelo menos 1 pode apresentar a infecção, neste caso com os sintomas geralmente mais brandos.

Virus

Como você pode evitar a gripe

Especialistas na área médica dizem que a melhor maneira de se evitar a gripe é praticar uma boa higiene. Aqui estão algumas dicas:

  • lavar as mãos com água morna e sabão
  • evitar o contato com qualquer pessoa que esteja tossindo ou espirrando

Se estiver gripado, você pode evitar a contaminação de outras pessoas:

  • ficando em casa até que esteja se sentindo melhor
  • cobrindo a boca e o nariz com um lenço toda vez que tossir ou espirrar
  • lavando bem as mãos com água morna e sabão se as tiver usado para cobrir a boca ao espirrar ou tossir

Lembre-se de que você pode espalhar a gripe por até sete dias depois de ter ficado doente, portanto, tenha cuidado mesmo depois que a maior parte dos sintomas tiver desaparecido.

 

termometroSaiba Mais : Vacina contra a gripe

Se o vírus da gripe é mutante, como é possível haver uma vacina ?

Apesar do vírus ser um vírus mutante, existe uma vigilância mundial do vírus da gripe que tem como objetivo detectar quais vírus estão causando doença no mundo. A partir desta identificação os vírus mais freqüentes são distribuídos aos laboratórios para produção de vacinas. Como o período de circulação do vírus influenza é diferente no Hemisfério Sul e Norte existe uma recomendação diferente para cada região, e portanto, vacinas adequadas para essas regiões.

A vacina está adequada para o Brasil ?

A composição da vacina inativada contra o vírus influenza é alterada anualmente de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Para tal, desde 1947 a OMS coordena centros de vigilância epidemiológica da gripe em várias partes do mundo, envolvendo 121 laboratórios em 93 países, os quais sistematicamente coletam amostras de secreções respiratórias dos pacientes com quadro clínico de gripe. No Brasil, existem 3 laboratórios de referência: Fiocruz (RJ), Instituto Adolfo Lutz (SP) e Instituto Evandro Chagas (PA).

Mesmo tomando a vacina, a pessoa pode ter gripe?

Primeiramente é importante diferenciar a gripe do resfriado. Além disso, o quadro gripal é composto por uma série de sintomas inespecíficos, que podem ser ocasionados por outras infecções virais que não sejam respiratórias. Um outro ponto importante é que a vacina contra gripe precisa de 15 dias para estimular o organismo e começar a produção de anticorpos que serão protetores, neste período o indivíduo está susceptível à doença. A eficácia da vacina varia de 70% a 90% assim, algumas pessoas vacinadas podem contrair a doença (10% a 30%), porém com sintomas geralmente mais fracos, parecidos com os de um resfriado comum. Por fim, ainda existe a coincidência entre os tipos de vírus que estão circulando e os que compõem a vacina, pois se um novo vírus influenza não contido na vacina começar a circular após a recomendação das cepas vacinais, a proteção pode ficar diminuída.

A vacina protege mesmo contra gripe?

Sim. Lembre-se, gripe não é resfriado. A vacina contra gripe (influenza) possui eficácia de até 90% em pessoas sadias. Ou seja, a cada 10 pessoas vacinadas, de 7 a 9 não terão gripe, enquanto pelo menos 1 pode apresentar a infecção, neste caso com os sintomas geralmente mais brandos.

A vacina pode causar gripe ?

Não, a vacina contra gripe é produzida com os vírus (influenza) inativados (mortos) e fragmentados, altamente purificados e por isso não apresentam capacidade de se reproduzir no organismo da pessoa vacinada. Assim, a vacina contra gripe não pode de modo algum causar a doença.

A vacina contra gripe é segura?

A vacina contra gripe é segura. Eventualmente ela pode provocar dor e vermelhidão no local de aplicação. Raramente podem ocorrer febre baixa, mal-estar e dor no corpo. Quando ocorre essas reações em geral desaparecem espontaneamente em 24 a 48 horas.

Quem pode tomar a vacina ?

Todas as pessoas a partir de 6 meses de idade que queiram evitar a gripe e suas complicações podem ser vacinadas.

Quem deve tomar a vacina ?

• Todas as pessoas, incluindo crianças em idade escolar, para reduzir a chance de ficar doente e também de transmitir a outras pessoas.
• Crianças entre 6 e 59 meses de idade.
• Indivíduos a partir de 50 anos
• Crianças e adolescentes em uso crônico de ácido acetilsalicílico
• Gestantes (preferencialmente após o 3º mês)
• Pessoas com problemas pulmonares ou de função pulmonar (incluindo os asmáticos e fumantes), problemas cardíacos (exceto hipertensão), renais, hepáticos, hematológicos, disfunção cognitiva, desordens neuromotoras, convulsivas ou disordens metabólicas (incluindo diabetes).
• Imunossuprimidos (devido ao uso de medicamentos ou pelo contato com o vírus HIV).
• Residentes em asilos ou lares.
• Pessoas saudáveis que tenham contato alguma pessoa acima descrita.
• Profissionais de saúde.

Quando tomar a vacina ?

A vacina deve ser tomada todos os anos, no período do outono (no Brasil, entre os meses de março a junho). Isso é recomendado porque a vacina precisa de 2 semanas para induzir alguma proteção e de 4 a 6 semanas para que a máxima proteção seja alcançada. Como o inverno é período de maior circulação do vírus, tomando a vacina no outono garante-se máxima proteção no período maior circulação do vírus da gripe (influenza).

E quais são as contra-indicações da vacina contra gripe?

• As contra-indicações da vacina contra a gripe são alergia VERDADEIRA (reação anafilática) a qualquer componente da vacina: proteína do ovo, neomicina, timerosal (se presente na composição), antecedente de Síndrome de Guillian-Barré e doenças neurológicas em atividade.
• Intolerância alimentar a ovos e proteína de galinha não é uma contra-indicação para a vacinação contra gripe.
• No caso de doenças agudas ou febris recomenda-se postergar a vacinação até a recuperação.

Mulheres grávidas podem tomar a vacina?

A vacinação contra gripe é recomendada pelo Comitê Assessor de Práticas em Imunização dos EUA (ACIP) para gestantes em qualquer período da gestação. Entretanto, é importante que a mulher consulte seu médico. A preferência por se realizar a vacinação a partir do segundo trimestre de gestação visa evitar a associação temporal com a ocorrência de abortos espontâneos, comum durante o primeiro trimestre de gestação. Por outro lado, independentemente do estágio de gravidez, deve-se considerar a vacinação para as mulheres que apresentam condições de saúde que aumentem o risco de complicações pelo vírus influenza.

Fontes: http://saude.hsw.uol.com.br/gripe.htm - http://www.invivo.fiocruz.br - http://www.vacinagripe.com.br

Contato

Apóie este site